Como o marketing digital pode ajudar a driblar a crise

 

marketing-digital-notus-comunicação-campinas

 

Segundo dados, 70% da população está conectada a internet, seja para estudos, pesquisas, trabalhos ou lazer. Em meio a pandemia de coronavírus, o mundo digital está sendo essencial para facilitar a vida das pessoas. Quem está fazendo ‘home office’ e consegue desenvolver suas funções tranquilamente de casa acabam saindo na frente. Contudo, muitas empresas estão sofrendo por terem suas lojas físicas fechadas, abalando consideravelmente as vendas e, consequentemente, correndo risco de fecharem as portas.

 

Apenas no sudeste, o movimento dos estabelecimentos caiu 45,71% em comparação ao mesmo período de 2019. De acordo com um levantamento feito pelo Sebrae, pelo menos 600 mil micro e pequenas empresas encerraram suas atividades e 9 milhões de funcionários foram demitidos por conta dos efeitos econômicos da pandemia. Esses dados são assustadores e mostram como a maioria do mercado não está preparada para uma eventual emergência com um plano B para manter o negócio.

 

Nessa perspectiva, o marketing digital entra como um aliado para manter a economia mesmo em meio a uma crise mundial. Muitos negócios físicos não possuem sequer um site ou uma página no Facebook e Instagram, por isso não conseguem enxergar uma alternativa para suas vendas. Em contrapartida, diversos empresários estão se reinventando e aproveitando o cenário como uma oportunidade para inserir sua marca no mundo digital, oferecendo alternativas de entregas e até conquistando novos clientes.

 

Abaixo separamos algumas dicas de como investir em marketing digital e alavancar a sua empresa em meio a essa crise.

 

1- Website

 

Hoje em dia é difícil encontrar uma empresa que não tenha uma página na Internet. Caso você faça parte dessa minoria, esse é o primeiro passo que você deve tomar. Um negócio que não tem website definitivamente não existe. Mas, é muito importante que ele seja responsivo a todos os dispositivos (smartphones, tablets e laptops), objetivo e com um layout que vá de encontro com a sua marca.

 

Uma das grandes vantagens do website é que ele é um lugar só seu, o ponto inicial do seu negócio. Afinal, não sabemos o dia de amanhã. Se uma rede social chega ao fim, você sempre terá a sua página.

 

2- Social Media

 

Se a sua empresa não está em nenhuma rede social, é preciso correr. Qualquer negócio que se preze está presente pelo menos no Facebook e no Instagram. Porém, não basta estar lá, é preciso criar estratégias de conteúdo e oferecer o que o seu público quer ver.

 

3- E-mail Marketing

 

O e-mail marketing  é uma das ferramentas mais antigas de contato com o público-alvo e, em certos períodos, chegou a ser menosprezada, pois muitos a usavam de forma indiscriminada, sendo considerado sinônimo de spam. Contudo, se utilizada da forma correta,  pode ser extremamente eficaz para os negócios, funcionando como uma ponte entre cliente e empresa.

 

4- SEO

 

O Search Engine Optmization é um dos mais importantes pilares do marketing. Trata-se da otimização do site para que ele seja amigável às ferramentas de busca, como o Google. Por meio dele, é possível trabalhar o conteúdo das páginas com as palavras-chave mais buscadas pelo público-alvo da sua empresa. Dessa forma, quando um potencial cliente fizer determinada busca na Internet, seu site aparecerá na nas primeiras posições.

Precisa de ajuda neste momento? Entre em contato conosco!

Deixe seu comentário