Pantone revela a cor eleita para 2018

 

 

Nesta quinta-feira (07), depois de Greenery ter colorido o ano de 2017, a Ultra Violet foi eleita a cor para 2018. A Pantone selecionou o tom 18-3838 como símbolo e inspiração para os 12 meses que estão por vir.

 

A cor é descrita como um lilás dramaticamente provocativo e ao mesmo tempo atencioso. Além disso, o tom está associado a originalidade, ingenuidade e pensamento visionário – indicando o caminho em direção ao futuro.

 

“Vivemos num tempo que requer inventividade e imaginação”, afirma Leatrice Eiseman, diretora executiva do Pantone Color Institute. Para ela, Ultra Violet é um tom que desperta a atenção e o potencial de explorar novas tecnologias, remetendo à expressão artística e reflexão espiritual.

 

 

Leia na íntegra a apresentação da Pantone:

 

Complexa e contemplativa, Ultra Violet sugere os mistérios do Cosmo, a intriga daquilo que ainda está por vir e as descobertas que estão além do lugar onde nos encontramos agora. O vasto e ilimitado céu noturno é simbólico do que é possível fazer para continuar a se inspirar no desejo de perseguir um mundo que está além do nosso.

 

Púrpuras enigmáticos também tem sido por muito tempo simbólicos de contra-culturas, do não convencional e do talento artístico. Ícones da música, Prince, David Bowie e Jimi Hendrix trouxeram tons da família do Ultra Violet para a cena principal da nossa cultura pop ocidental, como expressões pessoais da sua individualidade. Expressa em nuances e carregadas de emoção, a profunda PANTONE 18-3838 Ultra Violet simboliza a experimentação e o não conformismo, levando os indivíduos a conhecer a sua marca única no mundo e expandir as fronteiras através de soluções criativas.

 

Historicamente sempre houve uma qualidade mística e espiritual relacionada ao Ultra Violet. Esta cor sempre foi associada a práticas de expansão da consciência, oferecendo uma base mais elevada para aqueles que buscam refúgio deste mundo super estimulado. O uso de iluminação em cores violetas e roxas em espaços de meditação e outros locais de encontro, energizam as comunidades que se reúnem ali e inspiram a conexão.

Deixe seu comentário