O que sabemos até agora sobre o escândalo do Facebook

 

 

Todos já devem saber, ou pelo menos devem ter ouvido falar sobre a crise no Facebook. Tudo começou quando vieram à tona informações de que a consultoria Cambridge Analytica obteve dados pessoais de 50 milhões de usuários do Facebook e, com isso, influenciou eleitores na campanha de Donald Trump, em 2016, nos EUA. Não apenas nisso, a empresa também está envolvida na captação de informações para o Brexit, o plebiscito que levou o Reino Unido a deixar a União Europeia.

 

Em meio a esse tumulto, você deve estar se perguntando: como isso aconteceu? Sabe aqueles “testes engraçadinhos” que você responde no Facebook? Sim, eles podem revelar muito mais do que apenas a sua personalidade. Por meio de interações e curtidas, aparentemente inocentes, a empresa britânica conseguiu coletar muitos dados de forma ilegal.

 

Tudo começou em 17 de março, quando um ex-funcionário da Cambridge Analytica decidiu revelar esses esquemas. A partir daí, o Facebook iniciou uma crise de imagem e, mais que isso, de confiança. Mark Zuckerberg se explicou, admitiu o erro e afirmou que irá tomar providências. “Isso foi uma quebra de confiança e lamento não termos feito mais na época. Obrigado por acreditarem nessa comunidade. Eu prometo fazer melhor para vocês”, publicou em seu perfil na rede social.

 

Porém, nada disso conseguiu conter a desvalorização do Facebook no mercado. Até o dia 26 de março, a empresa sofreu uma queda brutal de 20%, passando de US$ 538 bilhões para U$ 433 bilhões, o que significa uma perda de mais de U$ 100 bilhões em apenas uma semana. A FTC (Comissão Federal do Comércio dos EUA) lançará uma investigação que pode trazer ainda mais problemas e revelar informações extremamente prejudiciais ao Facebook.

 

Muitas empresas (pequenas, médias e grandes) em todo o mundo investem dinheiro para se destacar na rede social e esse escândalo é, no mínimo, um desrespeito com os usuários e empresários que confiam na plataforma.

 

O que acontecerá a partir daqui? É difícil dizer com exatidão. Teremos que aguardar as cenas dos próximos capítulos.

 

Deixe seu comentário