Facebook vai exibir anúncios baseados nas lojas que você visitar e SACs que ligar

 

O Facebook vem estudando no último ano o impacto da plataforma no varejo offline. Esses dados, aliás, são compartilhados com empresas selecionadas e interessadas em entender como a rede social afeta a frequência de suas lojas.

 

Agora, conforme anunciado ontem, o Facebook vai permitir uma integração mais direta. Anunciantes poderão acessar instantaneamente pessoas que tenham entrado em uma loja física, exibindo assim campanhas e ofertas correspondentes.

 

Vamos supor que você tenha entrado em uma loja de roupas (tendo comprado ou não alguma coisa). Logo em seguida, pode ser impactado por um anúncio da nova coleção de inverno da mesma rede. Um restaurante, por exemplo, também pode te impactar com ofertas enquanto você estiver no local.

 

Não custa lembrar que, obviamente, isso só acontece caso o usuário tenha permitido acesso a sua localização pelo aplicativo do Facebook.

 

Porém, tem algo que pode ser considerado bem invasivo nessas novas funções e não bem explicado simplesmente pela geolocalização: o Facebook vai saber até para que call center você ligou. Exemplo: você telefona para uma imobiliária para agendar visita a uma casa para alugar ou vender. Essa mesma imobiliária vai poder te exibir anúncios de imóveis pelos próximos 30 dias.

 

Imagine outras aplicações: você liga para o atendimento de uma empresa de telefonia (geralmente para reclamar ou cancelar), e logo em seguida pode ser impactado por campanhas da mesma empresa no Facebook, talvez com ofertas para você voltar a ser assinante.

 

Você sempre pode configurar o acesso que a rede social tem de você, como desabilitar a localização, mas dificilmente estará totalmente livre do fenômeno conhecido como #cumbucagate.

 

Fonte: B9

Deixe seu comentário