E se os logotipos famosos fossem em Comic Sans?

Existem diversas brincadeiras em torno da Comic Sans, uma das fontes mais famosas do mundo, e igualmente odiada. Os designers são quase que unânimes ao afirmar que jamais usam a coitadinha, seja por ela ser aplicada indiscriminadamente em tudo, ou porque seus traços redondos e irregulares não trazem seriedade ao projeto.

 

Do lado oposto está a queridinha de todo profissional de criação: a Helvetica, que em 2017 completou 60 anos. Esta fonte é uma das preferidas entre designers, uma verdadeira inspiração para marcas, diferente do pesadelo que é a Comic Sans.

 

Inspirado nesse ‘ranço’ generalizado, o designer russo Oleg Tarasov criou um projeto chamado Not a Strong Mark (ou Uma marca fraca), com o objetivo de provar como o patinho feio das fontes consegue estragar logos de marcas já consolidadas. Confiram o resultado abaixo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe seu comentário